sábado, 5 de setembro de 2009

Vasco Bilelo, a paixão da música



Vasco Bilelo nasceu em Ílhavo no dia 24 de Agosto de 1953.


Desde os seis anos de idade
(exactamente a idade com que teve as primeiras lições de música com a Professora Rosa Mónica) até hoje, tem participado em inúmeras realizações culturais e recreativas, nunca faltando nos espectáculos de angariação de fundos para as Colectividades e Instituições do Concelho de Ílhavo.






Frequentou o Conservatório de Música de Aveiro e a Academia de Música de Vila da Feira, não tendo concluído o curso de piano, por razões de ordem pessoal e profissional.








Embora o seu instrumento musical de eleição seja o piano,
Vasco Bilelo tem partilhado connosco, através da guitarra clássica,
longas horas da música que sempre o entusiasma e sem a qual não consegue viver plenamente.




(fotografia da autoria de Eduardo Nunes datada de 29 de Novembro de 2002)



Fez parte de vários conjuntos musicais ilhavenses,
como os
"Young Men", "Jota 4 + 1", "Jakarandá" e "Bária".

- Sobre alguns destes conjuntos musicais e sobre outros aspectos do panorama cultural ilhavense desde há vários anos, vale a pena visitar o "site" de João Aníbal Ramalheira
do qual aqui utilizamos uma cópia de um cartaz do conjunto "Jakarandá" de que faziam parte João Aníbal Ramalheira, João Madalena, João Manuel Madalena, Paulo Lemos e Vasco Bilelo:





Em 1998 Vasco Bilelo e João Balseiro
recebem o "Leme da Rádio" atribuído pela ACD "Os Ílhavos", pelo trabalho que desenvolveram na Rádio Terra Nova com o programa "Sinal fechado".

Em 1999 Vasco Bilelo recebe da mesma Associação o "Leme da Música"









Em 2001 publicou o CD com o título "Sombras da minha Cidade",
editado pela CAVE - Edições Discográficas e pela Câmara Municipal de Ílhavo.

O disco, cujas receitas da sua venda reverteram para a Obra da Criança de Ílhavo,
teve a colaboração de:
José Bilelo (fotografia da capa), Carlos Duarte (fotografia da contracapa), Geraldo Alves (texto de apresentação), João Balseiro (gravação), Fernando Guimarães (produção).






Neste CD Vasco Bilelo, com a delicadeza de quem parece afagar as teclas do seu piano, interpreta, entre outras,
duas músicas da sua autoria com os títulos
"Sombras da minha Cidade" e "Sentimentos perpétuos".
Ainda neste CD é de destacar a interpretação de três composições de dois Autores Ilhavenses: "Canção de Ílhavo" e "Canção do marinheiro"
do saudoso Professor João Marques Ramalheira (que todos conhecemos como Professor Guilhermino Ramalheira)
e
"Por ti"
de João Orlando Madalena.




Deixo-vos um pequeno vídeo artesanal, feito a partir de fotografias que me foram cedidas pelo próprio Vasco Bilelo, e que é apenas o pretexto para vos dar a oportunidade de ouvir "Sombras da Minha Cidade" :



video

3 comentários:

Rosa Vieira disse...

Qual será a razão deste olhar tão triste?

Beijos Vasco.

"Quero voltar a ver esses dedos no piano"

Anónimo disse...

Que saudades do som e melodias do teu piano, quando pela noite fora, davas azo à tua imaginação...
J.A.R

Mariazinha disse...

Vasquinho, adorei ver-te e ouvir-te. UMA BJOKA.